Fly Tying para Iniciantes
 
Colocação de Caudas

Texto e Desenhos: Beto Saldanha
E-mail do autor: betosaldanha@uol.com.br


       Estas notas são as primeiras de uma série. São notas dirigidas principalmente para os que estão se iniciando neste passatempo. Sem pretensão maior do que divulgar pequenos truques e técnicas coletadas aqui e ali ou desenvolvidas a partir da minha pouca experiência em atado.
 
       A cada 15 ou 20 dias, pretendo aprontar uma página nova, abordando dos rabos à finalização das moscas.
 
       Críticas, assim como sugestões, serão sempre bem vindas.
 
       Espero que tirem bom proveito.

 

       Prenda o anzol pelo meio da curva como indicado no desenho acima.
 
       Seja pão duro - começe ao final do anzol e poupe linha e tempo.
 
       Ache uma posição confortável para a mão.

 
Assim começam todas as moscas
 
 
Na primeira figura, a posição é cansativa e o indicador vai interferir com o atado.
 

       Para moscas secas (e quase todas as outras também), pare de enrolar quando chegar na altura do inicio da curva do anzol.

 
 

       Algumas moscas ficam melhores com o rabo empinado, para tanto, é só enrolar 2 ou 3 voltas de linha se sobrepondo, formando um pequeno resalto.

 
 

       Amarre o rabo tomando cuidado para não passar a linha por traz do pequeno ressalto.

 

       Os rabos podem ser de pêlos ou penas - devem ter uma proporção correta, de uma olhada em:

http://www.pescacommosca.com.br/proporc.htm
http://www.pescacommosca.com.br/proporc2.htm
http://www.pescacommosca.com.br/proporc3.htm
http://www.pescacommosca.com.br/proporc4.htm

 

       Os pêlos/fibras devem estar bem alinhados - um stacker facilita bastante .
 
       Coloque os pêlos/fibras no stacker e de umas batidas na mesa para que estes encostem no fundo da ferramenta. Abra a ferramenta e pegue os pêlos/fibras com cuidado para não desalinhar. Segure as pontas e retire o chumaço apare.

 
 
 
Não segure os pelos como na primeira figura. Note que a ponta forma um V aberto. Segure com a ponta dos dedos, é muito melhor para posicionar o rabo corretamente.
 
 

       Encoste o chumaço na lateral do anzol dê duas voltas com a linha - verifique o resultado - acerte qualquer desvio e dê mais 2 ou 3 voltas com a linha. Apare a sobra e termine de enrrolar.
 
       Enrole até a altura que voce pretende terminar o corpo , fica muito mais fácil fazer um corpo sem calombos.

 

       Nas moscas secas o comprimento do rabo deve ser igual ao comprimento total do anzol.
 
       As penas da lateral do pescoço do galo (spade hackle ) são ótimas para fazer rabos.
 
       Para faciltar o corte das fibras, prenda um pregador de roupa na mesa. Prenda a pena pela ponta fica muito mais fácil para cortar as fibras.
 
       Para águas turbulentas rabos substanciais, para águas calmas rabos ralos.

 

       Nas moscas secas o rabo não deve ter nenhuma penugem.
 
       Verifique a postura do rabo recém amarrado - se não estiver a seu gosto desate e amarre novamente - o que não esta bom agora não vai ficar bom depois.

 
 

       Pêlo (do corpo) de Moose, Viado e Elk são bons para moscas em águas turbulentas - os pêlos são ocos e tem grande flutuabilidade (mas são mais frágeis). Pelos do pescoço do Moose é o melhor.
 
       Rabos de pêlo devem ser mais curtos - duram mais.
 
       Ao amarrar rabos de pêlo não aperte muito as 2 ou 3 primeiras voltas, ou você vai ter um rabo que parece um espanador.
 
       O pêlo de elk é bastante quebradiço - se puder use pelo de viado de rabo branco.

 
 
 

       Se o rabo é de pêlo e você quer fazer um corpo gordo, que ajuda a mosca flutuar, pode amarrar até o final do corpo e dobrar para traz os pêlos, volte com a linha sem apertar muito.
 
       As fibras de pena de galinha são ótimas para ninfas e moscas molhadas, assim como as de pato, codorna, perdiz, faizão , pavão, avestruz.... - ou seja, qualquer uma serve. Podem e devem ser macias e com penugem. Todos os pêlos também são bons, dê preferência aos que não são ocos.

 
 
 

       Para stoneflies use biots de ganso, perú ou pato - as de perú são maiores e mais macias.
 
       Para que o biot fique como na figura, faça uma pequena bola de dubbing no início da curva do anzol, de modo que a bolinha separe as duas partes é só olhar com atenção o desenho, é simples de fazer, mas meio complicado de explicar.

 
 

       As muddlers são super eficientes, mas tem o defeito do rabo enrolar constantemente no anzol. Para evitar isso ate um pequeno chumaço de pêlo duro (em cinza na ilustração) e por cima a pena de marabou. Tenho usado pêlo de pincel com bons resultados.
 
       A pena de marabou fica muito melhor para atar se voce umedeçer antes - cuspe é melhor do que água, mas você acaba com a lingua colorida.

 

       Um pequeno palpite se está começando a atar, vá por etapas. Pratique atar rabos, corpos, asas, e assim por diante. Uma coisa de cada vêz, garanto que é uma maneira muito mais rápida de aprender. Atou um rabo, não ficou bom. Desata e ata de novo. Se continuar até o fim o melhor que vai conseguir é uma mosca que não vai ser usada e perdeu um tempão.
 
       Na próxima vez vamos continuar com os rabos em Bass Bugs e em moscas para mar.